quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Gato Siamês, protegido pelo Rei

Foi na Tailândia (antigo Sião) que os ocidentais viram esses gatos siameses pela primeira vez. Eles ficavam cuidadosamente protegidos no  palácio real de Bangkok. Foram levados para a Inglaterra em 1884 e daí se espalharam para outras partes do mundo.
 A elegância do corpo e a graça dos movimentos conquistaram para o siamês o título de príncipe dos gatos. Mas é o miado desagradável e a personalidade incomum que realmente o distinguem. Em relação ao dono, ele se comporta mais como um cão do que como um gato.
 O gato siamês adora ser acariciado e pode passear atado numa coleira. É fiel e ciumento.
 A fêmea do gato siamês requer cuidados especiais. No cio, ela fica quase histérica. Pode rolar pelo chão, gemendo, ou correr pela casa, rasgando ou arranhando tudo que encontrar pela frente. Ela deve acasalar o mais cedo possível. Um mês depois do acasalamento, sua tetas começam inchar e os filhotes podem ser sentidos em seu ventre. eles nascem brancos e vão mudando de cor à medida que crescem.


Temperamento imprevisível

Algumas raças de gato tem tendência a serem mais agitados, e outras mais calmas. Entretanto, a raça Siamês é geralmente imprevisível no seu temperamento. São gatos conhecidos por serem muito amáveis e fieis, mas seu comportamento não é sempre o mesmo. Alguns gatos parecem muito ativos e de repente estão quietos, o que pode assustar alguns donos. A questão é que a raça é muito independente e tem seu próprio ritmo.
A socialização é muito importante para qualquer gato, e o Siamês, por mais dócil que seja, não escapa disso. Eles podem ficar ariscos a desconhecidos e com ciúme do dono se não forem acostumados desde cedo a lidar com humanos e outros animais. É importante deixar seu gato explorar os pés e o colo dos amigos ou parentes que visitam a casa, o fazendo sentir cheiros diferentes e se acostumar com essa sensação.
Uma característica bem marcante da raça é ser vocal, o siamês se comunica muito através dos sons. Se ele está descontente, mia, se ele está feliz, mia, se ele está com fome, também mia. É uma ótima raça para quem gosta de conversar com o gato e ser respondido. Eles também são muito curiosos e inteligentes, o que os faz aprender truques e o lugar das coisas rapidamente.



É uma raça muito apegada à família, e também é ótimo com crianças e outros animais, por ser muito carinhoso e paciente. Filhotes de gato siamês acompanham o ritmo de uma criança que gosta de brincar e correr, por exemplo, mas também sabem ser calmos quando precisa.
A castração é indicada para quem não pretende gerar ninhadas por evitar o temperamento forte das fêmeas no cio, que é muito comum em siameses. Elas atingem a puberdade antes do que as outras raças, o que pode pegar o dono desprevenido por uma mudança de comportamento muito rápida e sem motivos.
Castrar o gato , principalmente o macho, também evita que o gato explore demais os ambientes e acabe caindo de algum lugar alto – caso o dono more em apartamento, por exemplo – por conta de sua personalidade curiosa.
Brinquedos para distrair o gato enquanto o dono não está em casa ou está ocupado são ótimos para controlar suas explosões de felicidade e adrenalina. Arranhadores e bolinhas com ração são ideais para distrair o gato quanto é necessário. Também é bom ter uma árvore de gatos em casa, para o gatinho poder explorar a altura e o chão o quanto quiser, sem ficar limitado a um único plano que o deixe entediado e acabe causando mordidas em sapatos e sofás arranhados.

 Todo cuidado é necessário com seu gato Siamês

Apesar de ser um gato muito popular, o Siamês é também bastante frágil. O pelo cai muito, e gatos que perdem muito pelo precisam de escovação diária, pois se lambem e isso forma bolas de pelo com mais facilidade no estômago. Eles necessitam de ajuda na higiene bucal e auditiva, para evitar a proliferação de bactérias que podem causar mau cheiro.
Também pode haver excesso de secreção ocular e nasal, o que prejudica o bem estar do animal, causando extremo desconforto. É importante manter seus olhos e focinho sempre limpos, sem deixar qualquer resíduo secar no pelo, porque ele só acumularia e acabaria fechando as vias nasais ou prejudicando a visão do bichinho. Alguns donos de repente veem que seu gatinho está com os olhos colados e ficam desesperados, mas isso é só o acúmulo dessa secreção, que pode ser facilmente evitada passando um pano de algodão úmido com água pelo local todos os dias para limpar.
O cuidado com a alimentação do gato Siamês é um ponto extremamente importante para criá-lo, porque ele tem facilidade em desenvolver problemas renais e na bexiga, como pedras. A ração de qualidade, combinada com boa hidratação, evita que o gatinho sofra com esses problemas. Por isso, é importante a visita periódica ao veterinário, só para exames de rotina e para uma boa orientação do profissional quanto aos cuidados com água e a ração certa para a idade e peso do gato.



Um problema que também envolve a alimentação é a tendência de alguns siameses de desenvolverem variações muito grandes de peso, como magreza excessiva ou até obesidade. Por não ter patas robustas e fortes, é importante que o gato não tenha sobrepeso, pois pode desenvolver fraqueza nos membros e acabar com mobilidade reduzida, o que o engordaria mais ainda.
Também é comum encontrar gatinhos siameses por aí que sejam estrábicos. Isso não é um problema, é uma característica da raça, alguns gatos conseguem viver perfeitamente bem com seu estrabismo. Porém, uma avaliação médica é crucial para saber todas as limitações que um estrabismo agudo pode oferecer ao gatinho. Alguns gatos muito estrábicos precisam passar por cirurgias de correção ocular e tratamentos específicos para cuidar da visão.
                                                         Filo: Chordata
                                                        Classe: Mammalia
                                                        Ordem: Carnívora
                                                         Família: Felidae

                                                        Características:
                                                        Patas traseiras mais compridas que as patas dianteiras
                                                       Olho azul-escuros e oblíquos
                                                       Pêlo fino, curto e brilhante
                                                       Período de gestação: 62 a 66 dias
                                                       3 a 6 gatinhos por cria
   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Estou aqui para agradecer a você...
Sua gentileza por tirar um tempo para deixar um comentário
Muito obrigada sua opinião é importante .

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...