segunda-feira, 30 de novembro de 2015

As pulgas podem representar perigo á saúde do seu gato

Mais do que uma simples coceira ou incômodo, as pulgas podem representar risco à saúde do seu gato. O minúsculo parasita, que se alimenta do sangue de mamíferos e aves, é muito comum, principalmente nos felinos que frequentam a rua. Por isso, quem tem gatos em casa precisa estar atento às formas de prevenção das infestações, adotando mecanismos de controle que não devem ficar restritos ao animal. É preciso também cuidar do ambiente onde ele vive.
O perigo é real. Cerca de 30% a 40% dos felinos já se contaminaram com verminose por causa de pulgas.  A pulga defeca quando pica o animal e pode eliminar ovos do Dipylidium caninum, que se aloja no intestino do animal. Como o gato tem o hábito de se lamber, ele acaba ingerindo o verme e, além de se contaminar, pode passar a doença para os outros. O tratamento é à base de vermífugo.
O mal mais grave causado pelas pulgas é a hemobartonelose felis, causada por uma bactéria que é inoculada na corrente sanguínea e começa a se reproduzir nas células do felino, até rompê-las. É uma doença que gera anemia e pode evoluir para uma série de problemas, inclusive o óbito do animal se não for descoberta com rapidez. Muitas vezes, o gato precisa passar por transfusão de sangue e ficar internado.  Com o diagnóstico precoce, o caso se resolve com antibióticos.
Mais brandas e também mais comuns são as dermatites alérgicas à saliva da pulga (Dasp). Pelo menos 50% a 60% dos gatos já apresentaram ao menos uma vez o problema. O animal se coça e a dermatite acaba evoluindo, gerando um prurido intenso. Podem haver descamações e até lesões bacterianas. Além de retirar as pulgas, é preciso dar antialérgicos ou corticoides e, quando existe uma infecção secundária, entrar com antibióticos.


Qual é o melhor método antipulgas?

Após a identificação das pulgas no gato, é extremamente necessário agir para acabar com elas o mais rápido possível!
Para isso, existem diversos métodos. Conheça todos eles e avalie qual é o ideal para você, além de verificar com um médico veterinário.

Shampoo Antipulgas para gatos Xampu antipulgas
A eficácia é baixa, durando apenas 24 horas, por isso, pode ser utilizado como método emergencial.
É fácil de aplicar, assim como um xampu convencional e possui um custo acessível. É importante dar banho no  gato com cuidado para não deixar que entre em contato com os olhos dele!
Não possui efeitos colaterais, mas no dia seguinte, já pode haver presença de pulgas novamente.

Coleiras antipulgas
Estas coleiras liberam continuamente o princípio ativo antiparasitário e sua vida útil é de no mínimo 5 meses.
É o melhor método para prevenção de parasitas, e não para um tratamento intensivo de infestação.
Em casos extremos, pode haver reação alérgica a algum componente da coleira, e seu uso deve ser imediatamente interrompido. Animais que não possuem o hábito de usar coleira, podem estranhar a presença, então é necessário avaliar se é uma boa solução mesmo para o seu  gato.





Talcos antipulgas
Não é um método muito utilizado, mas é bem interessante para aplicação em filhotes a partir de 3 meses e é uma solução para não haver necessidade de dar muitos banhos no cão ou gato (pois eles não podem tomar banhos com grande frequência).
Existem também versões de talco para aplicar em ambientes, como os cômodos da casa e caminha do animal.
É preciso muito cuidado na hora do tratamento com talco, pois não pode haver contato com os olhos e nem boca.
Ele funciona a partir da ação de aplicar o talco no dorso e passar uma escova para remover bem o excesso.

Sprays antipulgas
São uma ótima forma de combate eficaz às pulgas, tanto para prevenção quanto para tratamento de infestações, com ação imediata!
Os sprays possuem fácil aplicação, basta ser espirrado no corpo inteiro do animal, tomando cuidado para não afetar focinho, boca e olhos. Mas é preciso atenção! Em casos de pelos compridos, é necessário afastá-los para que a composição do spray atinja diretamente a pele.
Existem também no mercado sprays para ambientes, ótimos para prevenção de pulgas e no momento do tratamento também.
Os insetos se reproduzem muito rapidamente e escolhem lugares quentes para botar ovos e continuar o ciclo de vida.
Por isso, é essencial aplicar este spray em cômodos, tapetes, caminha, sofás, carro, locais em que o animal mais fica e em pequenos espaços, como rodapés e assoalhos, para combater insetos, larvas e ovos.
Dentre os mais diversos Sprays Antipulgas, recomendo  o Fleegard da Bayer, o Defendog da Virbac e o já conhecido Frontline Spray.

Pipeta Antipulgas para GatosPipetas ou bisnagas
Semelhantes ao spray, as pipetas (também conhecidas por bisnagas e ampolas) possuem uma composição bem concentrada, por isso a ação é um pouco mais lenta, mas igualmente eficaz!
Para tratar um animal, é necessário aplicar o líquido da pipeta no dorso, é simples! Esta composição penetra na pele e se espalha pelo corpo todo através das glândulas sebáceas, o que pode levar até 2 dias para completar a ação totalmente.
A eficácia dura até 3 meses e combate também carrapatos e outros parasitas.

Tabletes mastigáveis
Pouco conhecido, mas bastante eficaz e fácil, o método de tabletes é bem interessante!
Ainda é novidade no mercado, mas as marcas que oferecem garantem qualidade no tratamento contra pulgas, bastando apenas oferecer um tablete ao animal, que após ingeri-lo, a ação já começará a acontecer no corpo.
A ingestão do tablet promove proteção por 30 dias e é ideal para animais que possuem algum tipo de alergia a medicamentos ou dermatite grave, evitando o contato da pele com um remédio que possa irritá-la.


Como evitar e prevenir pulgas?

Alguns métodos apresentados são mais eficazes para prevenção, como as pipetas, coleiras e tabletes.
Manter um local sempre limpo e arejado é essencial, além de observar o comportamento do animal após contato próximo com outros animais e locais estranhos. Sempre que possível, aplique inseticida pela casa e cômodos, e deixe que o ambiente esteja bem ventilado e nenhuma pessoa ou animal esteja por perto. É importante também aspirar tapetes e pisos constantemente.
Algumas dicas caseiras podem ajudar na prevenção. Não é comprovado, mas há quem diga que dá certo! São elas:

Tigela com água e detergente
Essa mistura de água com detergente é extremamente tóxica para pulgas, então pode servir de armadilha. Há pessoas que sugerem colocar a tigela embaixo de uma fonte de luz (próxima ao chão) que as pulgas serão atraídas e não conseguirão sair da água, acabando assim por morrerem após um tempo.

Spray para ambiente
Misture cerca de 1 litro e meio (ou metade de um balde) de água com 1 copo de vinagre de álcool + 1 copo de cloro + ½ copo de sal. Coloque essa mistura em um borrifador e espalhe pela casa, nos rodapés, assoalhos, cantos de cômodos, carpetes, tapetes, caminha do seu animal e em lugares que ele fica mais tempo. Cuidado para não deixá-lo entrar em contato com este “remédio caseiro”!
Para ambientes externos, recomendo  o K-Othrine da Bayer, um poderoso inseticida que age contra pulgas, carrapatos, baratas, formigas e muito mais!

Vinagre de maçã
O vinagre é um ótimo aliado da saúde de todos, pessoas e animais. Existem diversas sugestões de aplicação dele no dia-a-dia dos animais. Ofereça pequenas quantidades de vinagre diluídas em bastante água para seu pet que a saúde dele pode melhorar bastante, além de prevenir pulgas.
Borrifar uma mistura de 1 parte de vinagre para 5 ou mais de água  na pele do  gato também pode ajudar a acabar com as pulgas, tenha cuidado com os olhos, ouvidos, focinho e área irritadas ou machucadas da pele.

Dicas
Coloque cascas de banana na área infestada. A parte de dentro da casca deve ficar virada para cima e não em seu tapete ou chão. Dentro de alguns dias, as pulgas estarão mortas.
Usar aspirador de pó pode matar tantas pulgas quanto qualquer produto e é muito eficaz em pisos de madeira em que há brechas. Aspire o cômodo infestado duas vezes por dia e veja se você consegue acabar com o problema.
Lembre-se sempre de que algumas soluções, mesmo sendo “naturais”, podem ser perigosas para animais e pessoas. Fique atento a qualquer sinal de desconforto ou doença.
Sempre pergunte ao veterinário antes de tentar qualquer remédio caseiro. Ele poderá verificar o quão seguro é o tratamento para seu animal e pode lhe dar mais dicas de como tratar e prevenir pulgas.
Guarde cascas de laranja ou toranja e coloque-as na água antes de seu bichinho tomar banho. (Se você não tiver problemas com isso.) Pulgas geralmente odeiam esse cheiro e podem pular para fora, mas faça isso sempre na parte externa da casa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Estou aqui para agradecer a você...
Sua gentileza por tirar um tempo para deixar um comentário
Muito obrigada sua opinião é importante .

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...