segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Porque cachorros grandes vivem menos que os pequenos

Quem ama os cães gostaria que eles vivessem para sempre…ou pelo menos nos acompanhassem durante toda nossa vida. Mas como todos  nós sabemos, a média de vida dos cães varia consideravelmente considerando a raça e o tamanho do cão
Uma combinação de fatores genéticos, metabólicos e evolutivos determinam que eles se desenvolvam mais rápido, mas também envelheçam mais rapidamente.


 Os cachorros de porte grande  crescem e se desenvolvem ainda mais rapidamente que os cães de raças pequenas.
Nestes animais, as células também crescem rapidamente, aumentando o risco de desenvolvimento de câncer.
Os cães de raças pequenas vivem mais tempo porque seu crescimento e divisão celular são mais lentos, diminuindo o risco de câncer e o próprio envelhecimento.
As taxas mais baixas do hormônio do crescimento também reduzem o risco de doenças relacionadas à idade e aumenta a expectativa de vida.


Veja a lista abaixo e descubra qual a expectativa de vida do seu cão.

Yorkshire terrier – 12 a 15 anos
Pastor alemão – 10 a 14 anos
Golden retriever – 10 a 12 anos
Beagles – 12 a 14 anos
Boxers – 11 a 14 anos
Dachshunds – 12 a 14 anos
Buldogues – 10 a 12 anos
Poodles – 10 a 15 anos
Shih Tzu – 11 a 15 anos
Schnauzer Miniatura – 15 anos ou mais
Chihuahuas – 15 anos ou mais
Pomeranos – 13 a 15 anos
Rottweilers – 10 a 12 anos
Pugs – 12 a 15 anos
Alemães ponteiros de cabelos curtos – 12 a 15 anos
Boston Terriers – cerca de 15 anos
Doberman Pinschers – 10 a 12 anos
Shetland Sheepdog – 12 a 14 anos
Maltês – 15 anos ou mais




segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Deve-se dar um animal de presente para uma criança?

Dar um animal como presente a uma criança pode ser muito bom e importante quando há um adulto responsável por perto que trate o animal quando a criança não o quiser mais. Não se deve dar  um animal como brinquedo para as crianças,  porque toda criança conforme vai crescendo tende a perder o interesse no que deixou de ser novo. Segundo porque assim como a criança, os animais crescem, fazem xixi, cocô, precisam de atenção, carinho e cuidados.

Sem contar que o triste mercado dos animais de raça ficam superaquecido em épocas de festas  onde dar presentes é um costume. Matrizes sofrem para gerar dinheiro aos canis de fundo de quintal, sem nenhum suporte médico, sem nenhum respeito por aquele ser vivo que simplesmente virou fonte de renda, quanto mais filhotes mais dinheiro.
Cios são induzidos um após o outro, a matriz vira uma fábrica, não demora muito está debilitada e as consequências de tanta maldade são visíveis a quilômetros de distância.
O que as pessoas precisam entender é que animal não é brinquedo, está longe de ser um objeto! Eles tem sentimentos, sentem fome, medo, frio. E também  precisam de atenção, um lugar confortável e aquecido para dormir, precisam de água limpa, comida de boa qualidade, vacinas, respeito e amor.
Se for para trazer um animal para fazer parte de sua família não compre, adote! Mas antes de adotar leia, entenda os prós e os contras.E se mesmo assim decidiu dar um animal de presente , aos seus filhos ,deverá ensinar a eles todas as necessidades e cuidados que o novo membro da família precisará.Tem que educar as crianças e fazer com que elas entendam que os bichinhos de estimação são seres vivos, que precisam de cuidados, atenção, carinho e que devem se  responsabilizar por eles.
As crianças devem sentir que são os cuidadores de seus animais, mesmo que os adultos estejam sempre à disposição, e devem lhes fornecer alimento, água, levá-los para passear e brincar suavemente com eles.

Qual animal escolher ?



Cachorro : Com certeza, se perguntarmos a alguma criança qual de todos os animais ela prefere, a resposta vai ser “um cãozinho”.
Isso se deve a que existe uma relação muito especial entre elas e os cachorros, porque são brincalhões e podemos lhes ensinar várias coisas, como sentar, dar a patinha, etc. Essas ações dão muita satisfação aos pequenos.
Em relação à escolha da raça, sempre é conveniente consultar qual é a mais apropriada para famílias com crianças, dependendo das necessidades.



Gato : O gato é outra boa escolha de bichinho de estimação para seus filhos, pois costumam ser carinhosos e brincalhões, além de não demandar tanto cuidado e atenção, como acontece com os cães; que devemos levar para passear, entre outras coisas.
O gato pode ficar em casa e sair quando quiser, a única coisa a considerar é não perturbá-los quando não quiserem brincar ou ser acariciados, pois eles podem ficar bravos.


quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Cuide dos seus bichos

Os animais de estimação trazem alegria a milhões de pessoas e também fazem bem para nossa saúde .Ser um dono responsável significa  cuidar bem do seu animal , suprindo todas as suas necessidades , não deixar agredir outras pessoas  e não prejudicar o meio ambiente .


Qual animal escolher ?

Ter um animal exige planejamento e muita dedicação . Antes antes de planejar trazer um animal para sua casa , faça a si mesmo as perguntas  a  seguir .

Todos da família estão dispostos a cuidar do animal  ?
Alguém dentro de casa sofre de alergias ?
Qual o tipo de animal se adapta melhor ao seu estilo de vida  e ao tamanho da sua casa ?
Você quem um animal jovem ou adulto ? Filhotes necessitam de mais atenção .
De quantos exercícios  seu futuro animal vai precisar ?
Que tipo de raça  se dá melhor  com  crianças ?
Você conseguirá arcar com as despesas a longo prazo , como alimentação, veterinário e segurança ?

Busque o máximo de informação que puder sobre as  características e necessidades de cada raça. Há muitos sites informativos na internet .

Hábitos saudáveis




As fezes de animais contem parasitas que podem contaminar pessoas .Existe  várias maneiras de se evitar  uma contaminação .
Quando passear com seu cachorro , fique de olho e tente evitar que ele faça necessidades  em calçadas , nas praças, praias  e perto de ralo . Recolha as fezes  do cão com um saco plástico  biodegradável  ou uma pá apropriada .
Lave a caixa de areia regularmente ou use desinfetante  de baixa toxicidade  para matar germes . Prefira as areias sanitárias  biodegradáveis  e ecológicas  . Ou você pode forrar a caixa do seu gato com jornal .



sábado, 7 de janeiro de 2017

Periquito Australiano ( Melopsittacus Undulatus )

Origem : Austrália 
Características : Conhecido pelos aborígenes por betcherrygah ( boa comida ) , é também chamado de Periquito Ondulado ou Periquito Zebrado .
De sua coloração original , verde claro com cabeça amarelada , originaram-se várias mutações selecionadas e hoje podemos encontrar mais de 200 variações de cores.
Reprodução : Os machos possuem a saliência acima do bico ( carúncula ou cera ) de cor azul e as fêmeas  de cor rosa . As fêmeas colocam até 6 ovos por vez , sendo que o período de incubação gira em torno de 18 dias .

Manutenção : Gaiola espaçosa com um ninho  tipo caixa ( 22  cm x 11 cm x 11 cm ) com fundo côncavo . Abrigar de correntes de vento e permitir banhos de sol pela manhã.
Alimentação : Sementes: alpiste,painço,aveia,sementes de milho,etc.
Verduras: Espinafre,chicória,almeirão,couve,(de mais preferências para as folhas mais verdes,pois é um sinal que está maduro e rico em nutrientes.)
Frutas: Maçã,banana,laranja em pedaços sem casca e miolo,pois essas partes contem muito acido prejudicial a ave.




Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...