domingo, 7 de setembro de 2014

Família pede “socorro” para cuidar 355 animais vamos divulgar

Canil conta com diversas doações, mas para a administradora, Rosélia Vanat, os valores não são suficientes. Atualmente o local abriga 355 animais
A quantidade de animais abandonados nas ruas de Ponta Grossa é grande, não importa qual bairro ou região, ao caminhar pela rua, uma pessoa percebe, ao menos, um grupo de cães de abandonados. Sem um controle sobre a reprodução destes animais, o número só tende a aumentar, o que traz problemas de saúde publica para a cidade, como, as sarnas, carrapatos, pulgas, vermes, além das zoonoses (doenças transmitidas dos animais para o homem e vice-versa).
A responsável pela instituição conhecida como Canil Lar, Rosélia Aparecida Elbl Vanat, já cuida de cachorros e gatos encontrados nas ruas há mais de 40 anos. Sua organização foi criada em 2009, desde então ela e mais três filhos recolhem animais abandonados, em situação de risco, e os abrigam em um canil, que já funcionou em vários lugares e, hoje, tem sede em uma chácara localizada em Ponta Grossa.
De acordo com Vanat, atualmente a associação cuida de 290 cães e 65 gatos, um total de 355 animais. “São muitos animais já não tenho mais espaço para cuidar adequadamente desses bichos, além disso, custa muito dinheiro, acredito que o meu custo mensal passa de R$ 15 mil reais”, explica.
O canil conta com diversas doações, mas para Vanat, os valores não são suficientes. “Diariamente os animais consomem mais de 280 quilos de ração, contamos com diversas doações que tem nos ajudado muito, mas ainda não é suficiente. Além de comida, os animais precisam de cuidados com a higiene, e saúde. Hoje não temos produtos de limpeza e, os remédios para tratamento de saúde dos animais doentes estão em falta. Tudo o que temos é o apoio e a solidariedade da população”, comenta.
A presidente destaca que, qualquer ajuda é bem vinda. As pessoas interessadas em ajudar o Canil Lar podem realizar doações nos pontos de coleta, que ficam na rua Damásio de Jesus, perto do Centro Educacional e uma loja de fios, na rua Dr. Colares. Os pontos de coleta aceitam remédios, produtos de limpeza, ração, aparelhamento para tosa. Quem preferir doar quantidades em dinheiro pode usar a conta poupança do canil, conta: 56055-2 agência: 1547-013, Caixa Econômica. Atualmente, o canil não aceita mais animais por falta de espaço.

Comprometimento
Rosélia Aparecida Elbl Vanat, conta que, o amor pelos animais, a fez chegar nesta situação. “Enquanto eu tiver forças vou fazer o possível para manter esse canil. Tratando esses animais de forma adequada”, conta. “Já fiz diversas dívidas em decorrer do meu amor e da minha preocupação com os meus bichos, mas tudo valeu o esforço. Isso não tem preço”, diz.
O canil em números
290 é o número de cachorros que o Canil Lar, administrado pela família de Rosélia Vanat, abriga atualmente.
65 gatos estão aguardando por adoção no local - Os animais precisam de um cuidado especial com higiene.
280 quilos de ração são gastos mensalmente para alimentar mais de 350 animais, entre cachorros e gatos de vários tamanhos.
R$ 15 mil por mês são gastos para cuidar da alimentação, higiene e saúde dos animais. Além de manter a estrutura do local.
Informações do Jornal da Manhã

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Estou aqui para agradecer a você...
Sua gentileza por tirar um tempo para deixar um comentário
Muito obrigada sua opinião é importante .

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...