domingo, 26 de julho de 2015

Limpar o aquário garante ambiente saudável



Comprar um aquário e escolher os peixes não significa que raramente vai ter trabalho. Ele fica sujo constantemente por vários fatores e requer uma periodicidade de limpeza. Estão enganados aqueles que acham que a limpeza é apenas questão de estética para ficar visualmente atraente, mas vale lembrar que a água do aquário é o lar dos peixes, onde eles passam as 24 horas do dia. É nela que eles comem, respiram, dormem, nadam e deixam os dejetos. Por isso, é importante manter um ambiente sempre saudável para os peixes. No aquarismo, prevenir é o melhor remédio. Manter o aquário sempre limpo e saudável aumenta as chances de se obter sucesso nesse hobby.

Existem muitos fatores que influenciam na sujeira do recipiente, como a quantidade e o tamanho dos peixes. Quanto mais peixes, maior será o consumo de ração, bem como a quantidade de dejetos. A qualidade da ração também é um fator a ser levado em consideração. Rações de baixa qualidade, além de ruins para a saúde dos peixes, acabam sujando o aquário, pois são pouco aproveitadas por serem pouco palatáveis.

A quantidade de ração fornecida aos peixes também deve ser pensada, evitando assim as sobras, que, além de sujar o aquário, prejudicam a qualidade da água. “Então, para mantê-lo sempre limpo deve-se atentar para esses fatores e ainda contar com a manutenção periódica e um sistema de filtragem bem dimensionado”, diz o aquarista Jockson Melo, graduando em ciências biológicas pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).

Ele explica que o ideal é realizar a manutenção sem retirar os peixes, pois o estresse é bem menor do que retirá-los e isso ainda previne doenças e riscos de acidentes. O sabão ou qualquer outro produto de limpeza não pode ser utilizado de maneira alguma, pois a filtragem do aquário é realizada por colônia de bactérias e é essencial preservá-las sempre saudáveis para ter um aquário sadio. Por isso, o ideal é lavar os filtros a cada um ou dois meses apenas com a água do próprio aquário. “Se no filtro houver algum produto para filtragem química, como carvão ativado, é importante a substituição dele periodicamente, pois tem tempo de vida útil”, ressalta o aquarista.

A principal dica para cuidar da limpeza de um aquário é realizar trocas parciais de água. A quantidade a ser trocada bem como a periodicidade pode variar um pouco dependendo do tipo de aquário, mas em geral troca-se cerca de 15% a 20% do volume de água do aquário por semana. “É importante ter o cuidado de renovar a água com os mesmos parâmetros da que foi retirada. Porém, um passo muito importante para que essa troca seja eficiente é utilizar um sifão próprio, um tipo de dispositivo para transportar um líquido de uma altura para outra mais baixa. Dessa forma, é possível retirar a água do fundo do aquário, onde se concentram a maior parte das restos de comida e dejetos dos animais”, explica Jockson.

Por fim, para manter o aquário esteticamente bonito, é importante limpar os vidros para retirada das algas. “Para isso, podemos utilizar limpadores magnéticos específicos ou mesmo uma esponja macia, sem nenhum tipo de sabão”, ressalta o aquarista. Para aqueles que querem ter menos trabalho com o aquário, é bom se atentar para a escolha dos peixes. “Existem algumas espécies de peixes e invertebrados que auxiliam na limpeza, pois são comedores de algas.”



Como cuidar dos peixes de aquário



Deverá conhecer as necessidades nutritivas da espécie de peixe que tem como animal de estimação.

Na maioria dos casos, recomenda-se complementar a alimentação dos nossos peixes com outras fontes de alimento, por exemplo em momentos particulares como na fase de reprodução.

A água limpa é outro dos pontos mais importantes ,  também deve ter determinados peixes que ajudem na limpeza do próprio aquário.

Estes animais respiram o oxigênio da água, por isso, é essencial que disponham de todo o oxigênio que necessitam. Para isso, poderá instalar uma bomba de ar que assegurará que a água esteja corretamente oxigenada.

Não é recomendável utilizar água da torneira, uma vez que contém cloro, muito prejudicial para os peixes. Poderá ir a uma loja de animais e comprar um produto que elimine o cloro.

Também deverá assegurar-se de que a água que põe no aquário está à mesma temperatura da água já existente.

Da mesma forma, os peixes necessitam de um ambiente bem iluminado, mas a luz direta do sol não é a melhor opção para o fazer, entre outros motivos, pode provocar a proliferação de algas.

O mais adequado é utilizar uma iluminação elétrica para que os peixes disponham da luz que necessitam e além disso, o aquário terá um aspeto mais cuidado e bonito.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Estou aqui para agradecer a você...
Sua gentileza por tirar um tempo para deixar um comentário
Muito obrigada sua opinião é importante .

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...