quarta-feira, 22 de julho de 2015

Aprenda como dar banho a seco no seu pet



Quem já passou um período de inverno com um cãozinho em casa sabe que pode acontecer de o cão ficar resfriado por conta da umidade e da própria temperatura. O banho deve ser evitado no inverno – não totalmente, claro – e a tosa não é aconselhada. Então o que fazer com um cão que está com a pelagem total e precisa tomar banho no frio? Banho seco para cães é a resposta.

O banho seco para cães também é aconselhado como uma alternativa, em qualquer época do ano, ao banho comum. O banho normal que costumamos dar nos nossos bichinhos, se for dado com muita frequência pode até prejudicar a saúde do cão. Isso ocorre porque no banho o cão perde um pouco da camada de gordura que protege a pele dele.

Com isso, o cão ficará mais exposto às doenças de pele, como fungos e alergias. Mas, entenda, isso só acontece quando a frequência de banhos é muito alta – os cães precisam tomar banho, não deixe de banhá-los acreditando que está fazendo um bem à saúde deles.

Para dar o banho seco em cães, se utiliza produtos que não requerem o enxague posterior. Limpam tão bem quanto os produtos utilizados em banhos comuns e também deixam um cheirinho muito bom no seu cãozinho!
Os produtos usados para o banho seco para cães são vendidos em pet shops em forma de spray e basta aplicá-los diretamente na pele do cão. Alguns precisam ser levemente esfregados para que o produto reaja, mas nenhum precisa de lavagem para ser retirado.

Para evitar que o próprio banho seco prejudique a saúde do pet, é recomendado que ao comprar um produto dessa linha pela primeira vez, o dono aplique uma pequena porção em uma área da pele do cão e espere, ao menos, um dia para garantir que o cão não vai desencadear nenhuma reação alérgica ao produto.



Banho seco caseiro para cães

Outra opção é dar o banho seco para cães com produto feito em casa mesmo.
BANHO “SECO” para gatos (e cães!)
1 parte de água
meia parte de vinagre branco
meia parte de álcool de cereais
Amorne a água junto com o vinagre, acrescente o álcool de cereais e limpe o bichinho.
Seque muito bem, de preferência com secador e aqueça muito bem o gatinho.
O álcool ajuda a secar rapidamente, o vinagre ajuda quando existem pulgas e problemas de pele, além de ser um controlador do PH da pele e neutralizar qualquer cheiro ruim.
Essa receita é simples e não deixa o gatinho estressado, pois o cheiro de banhos e perfumes, que para nós é maravilhoso, para eles é horroroso, percebam que eles se lambem o tempo todo quando tem cheiro de perfume!!!


Cuidado com o excesso de banhos
(retirado do post “O que mais você pode fazer pela saúde do seu pet“)
O banho remove a camada de gordura que protege a pele dos pets, tornando-a vulnerável à ação de fungos, bactérias e substâncias que podem causar alergias. Mais de um banho a cada 10 dias é exagero. (Damos no máximo um banho por mês em nossos cães – todos de pelagem longa – e um banho a cada 3 semanas em nosso gato Persa.)
Prefira produtos sem odor forte e de pH neutro, adequados para a pele e para a pelagem felina ou canina. Não use sabão no pet. Como diz meu ilustre professor de Dermatologia Veterinária: sabão, mesmo o de coco, é para lavar roupa. Para corpo, tem que ser sabonete ou xampu.
A dica quente para espaçar os banhos, é escovar frequentemente a pelagem. A escovação é prazerosa, reforça o vínculo dono-cão, não sensibiliza a pele à ação de produtos químicos, remove pêlos mortos, sujeira e alérgenos e aumenta a circulação sanguínea local, o que deixa os pêlos mais bem nutridos e bonitos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Estou aqui para agradecer a você...
Sua gentileza por tirar um tempo para deixar um comentário
Muito obrigada sua opinião é importante .

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...