terça-feira, 28 de julho de 2015

Aprenda a cuidar de um papagaio




Qual é o animal que imita os dizeres humanos, é alegre e capaz de viver até 60 anos? O papagaio! Se você não tem um papagaio, certamente já esteve na presença de um e morreu de rir de suas peripécias. Se você deseja ter um papagaio, conheça suas principais necessidades e características para que ele seja tratado adequadamente e com cuidado.

O papagaio é um bichinho carente que precisa de atenção várias horas por dia. Pessoas sempre devem estar por perto, brincando ou conversando com ele. Ele é um animal sensível, que pode ficar deprimido e agressivo se se sentir abandonado.
As coisas divertidas que o papagaio é capaz de fazer são chamar o dono pelo nome, gritar a vizinha, dançar ao som de alguma música e até gritar palavrões se isso for ensinado a ele. Para evitar constrangimentos na presença de visitas, evite ensiná-lo palavrões!
Não são todos os papagaios que são capazes de falar, somente 10% dos papagaios aprendem a imitar os dizeres humanos. Não o pressione ou perca o interesse por ele caso ele não consiga falar.
A criação doméstica do papagaio deve ser autorizada pelo Ibama. Somente compre um papagaio se ele tiver com um  anel fechado com o número de registro. Somente os papagaios registrados estão de acordo com a lei. Se você comprar um papagaio em feiras e com criadores não autorizados, corre o risco de ser preso.
Ao comprar um papagaio, observe: penas arrepiadas, falhosas e com aparência molhada são sintomas de doença. Secreção nos olhos e na boca também são sintomas de doenças. Fezes grudadas nas penas indicam diarréia, e comportamento letárgico também indica que não está saudável. Não compre um papagaio com essas características!
A gaiola do papagaio: Deve ser espaçosa para que ele possa abrir as penas e se movimentar a vontade. Deve ficar em um local que alterne sol e sombra. O fundo da gaiola deve ser forrado com papel e trocado todos os dias! Não utilize jornal pois sua tinta é tóxica e faz mal ao papagaio. Tenha um poleiro de madeira, e não de plástico para o papagaio não escorregar. Devem estar presentes na gaiola brinquedinhos para ele se distrair e não ficar estressado




A alimentação do papagaio: Existem no mercado rações específicas para papagaio, e além disso você pode dar frutas, legumes e verduras. Somente evite abacate e beterraba que podem intoxicá-lo. A água fresca deve ser colocada todos os dias, e os recipientes também devem ser lavados diariamente para evitar a proliferação de fungos e germes que causam doenças nos pássaros.
Você pode criar o papagaio fora da gaiola. Mas para isso consulte um veterinário sobre o corte das asas, recomendado neste caso.
As doenças possíveis entre os papagaios são: Pneumonia, sinusite, distúrbios de fígado e conjuntivite. Visite um veterinário periodicamente, inclusive para saber das datas das vacinas e vermifugações.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Estou aqui para agradecer a você...
Sua gentileza por tirar um tempo para deixar um comentário
Muito obrigada sua opinião é importante .

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...