terça-feira, 11 de agosto de 2015

Tudo que você precisa saber sobre Rottweiler



Apesar de ter a fama de feroz, o Rottweiler típico é um cão tranquilo, equilibrado e obediente ao dono. Há inúmeras histórias de animais desta raça extremamente dóceis e amorosos, apesar da má fama.

Sua origem remota é a Roma antiga, quando esses cães acompanhavam os soldados romanos. Porém, o desenvolvimento da raça se deu, como a conhecemos hoje, na Alemanha, especialmente na cidade de Rottweiler . Em razão de seu porte, logo passou também a ser utilizado como cão de guarda.

Características e temperamento

O Rottweiler é um cão extremamente corajoso, inteligente, robusto e determinado. Devido a seu grande tamanho (um macho adulto pode chegar a pesar 50 kg!), está entre as raças de guarda que mais impõem respeito, sem necessidade de um latido sequer – só o porte físico já é suficiente para afastar pessoas com más intenções!

Cães desta raça são extremamente devotados aos donos, mas, apesar de serem bastante auto-confiantes (o que poderia pressupor uma facilidade para aguentar momentos de solidão), necessitam muito do convívio próximo com a família.

Um tanto quanto desconfiados, muitas vezes não se animam a fazer amizade com estranhos. Seu instinto de proteção em relação ao dono é muito aguçado, por isso, é recomendável que seja adestrado desde filhote, para que atenda comandos mesmo em situações que, para ele, poderiam significar perigo.

Por falar em em adestramento, a inteligência da raça o torna um cão que aprende rapidamente, o que é ótimo, pois necessitam de liderança e disciplina, já que têm a tendência para apresentar alto nível de dominância e territorialidade.
Saúde e cuidados

A raça é bastante robusta, mas deve-se tomar cuidado com a chamada displasia coxo-femural, doença hereditária, que faz o cão sofrer dores durante toda a sua vida. Cães diagnosticados com este mal não devem procriar, para evitar que a doença surja nas gerações seguintes.

É uma raça bem disposta ao trabalho, mas, em razão do peso, não se destaca em competições de agilidade, por exemplo.

Costumam ser bem tolerantes com crianças, especialmente se acostumados com elas desde filhotes (destacando que a interação entre cães e crianças deve ser sempre supervisionada, independentemente da raça do animal).

Principais características
•Coloração: preto com manchas marrom avermelhado bem definidas.
•Pelagem: curta.
•Nível de energia: médio
•Qualidades principais: é protetor, corajoso e inteligente.
•Expectativa média de vida: 9 a 10 anos.
•Peso: fêmeas – 42 kg; machos – 50 kg.
•Altura: fêmeas – entre 56 cm e 63 cm; machos – entre 61 cm e 68 cm.
•Preço: de R$ 2.000 a R$ 4.000.
Verdades e mitos
              A raça Rottweiler não é a ideal para todas as pessoas. Como todas as  raças,  ela possui  características que algumas pessoas gostam e  outras que as pessoas consideram intoleráveis. Por isso existem mais de 300 raças “puras” no mundo. Cada uma delas foi criada com um propósito específico. Existem cães de companhia, cães de caça, cães pastores, cães farejadores e muitas outras especialidades e combinações diferentes dentro destas especialidades. Só porque uma raça é popular agora não quer dizer que seja correta para você.




              Não adquira um  Rottweiler apenas por sua  reputação como um cão de guarda, pois apesar de seu tamanho e grau de intimidação, a verdadeira proteção é obtida com treinamento e confirmação da índole do animal, e mesmo que você não o utilize para  proteção, um Rott necessita de aulas de obediência e socialização, para um convívio saudável evitando conflitos com o proprietário de demais cães.
              Os Rottweilers  não são grandes latidores, adoram dividir muitos aspectos da vida diária da família como guardiões, protetores, trabalhadores dispostos e companheiros felizes. Eles sempre buscam a sua companhia e querem ficar onde você estiver. Apesar de ficarem bem em canis ou serem restritos a um cômodo da casa. Mas a socialização torna-se necessária evitando que o cão cresça e se torne um cão anti-social (temeroso e/ou agressivo sem provocação), indisciplinado e infeliz.
              Lembre-se: Cães não acreditam em igualdade social. Eles vivem em uma hierarquia comandada pelo líder e ele faz as regras. Ele come primeiro, diz quando e para onde ir, onde ficar, enfim, comanda tudo. Se sua liderança for contestada (normalmente por um jovem macho) ele a defenderá com unhas e dentes, literalmente.. Qualquer que seja a raça, se você não assume a liderança, o cão o fará cedo ou tarde e com consequências mais ou menos desagradáveis para o proprietário relapso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Estou aqui para agradecer a você...
Sua gentileza por tirar um tempo para deixar um comentário
Muito obrigada sua opinião é importante .

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...