quarta-feira, 27 de julho de 2016

Doenças que podem afetar os olhos dos animais

Assim como nós, seres humanos, os animais domésticos também podem apresentar infecções oftalmológicas, ou seja, doenças que comprometem a saúde ocular e consequentemente a visão.
Os donos  devem ficar atentos a alterações como secreções e intensas coceiras nos olhos. Os principais sintomas são: lacrimejamento excessivo, secreções oculares mucoides e/ou mucopurulentas, olhos vermelhos (principalmente a conjuntiva), aversão à luz forte (dificuldade de manter os olhos abertos), ou seja, fotofobia, prurido ocular e diminuição da acuidade visual, muitas vezes não reconhecendo os donos e/ou esbarrando em objetos no ambiente (móveis, cadeiras, parede).

As doenças oftalmológicas mais comuns nos pets são: glaucoma, uveíte, conjuntivite e catarata. O diagnóstico dessas patologias é feito por dilatação das pupilas, medição da pressão intraocular e corante para fazer contraste e detectar alguma úlcera na córnea.

 Catarata


A catarata é a doença oftalmológica mais comum entre cães e gatos. O cristalino torna-se opaco, dificultando a visão do animal. Por não conseguir enxergar perfeitamente, é comum observá-lo batendo em paredes e objetos, como se estivesse desorientado. O principal sinal clínico do desenvolvimento da doença é a alteração da cor dos olhos do animal, que podem ficar azulados ou esbranquiçados. Os cachorros geralmente desenvolvem a catarata por serem idosos, devido ao desgaste do cristalino. Existe também a chance dos cães manifestarem a doença precocemente, conhecida como catarata juvenil, que ocorre entre os 2 e 4 anos de idade em raças com predisposição genética, como poodle, Bulldog Francês, Cocker Spainel e Lhasa Apso. No estágio inicial, é indicada a intervenção cirúrgica.

Conjuntivite

Assim como nos humanos, a conjuntivite também pode afetar os animais. Ela é caracterizada pela vermelhidão nos olhos e secreção. Corpos estranhos e até mesmo o vento podem acabar causando a doença. Perfumes, alimentos alérgenos e pólen também podem causar sinusite e inflamação das membranas mucosas dos olhos. Nos cães, esta doença não é contagiosa e pode ser tratada com colírios e antibióticos prescritos pelo veterinário.

Glaucoma




O glaucoma é outro problema bem comum que afeta  cães e gatos . A doença neurodegenerativa é caracterizada pela alta pressão interocular, o que torna o olho maior e com aparência mais “saltada”. É uma doença para a vida inteira, mas pode ser controlada com medicamentos e cirurgia.

Uveíte

A uveíte é a inflamação da camada média do olho do cachorro e do gato . Pode ser causada por trauma na úvea ou por bactérias, fungos e vírus. Tem como principais sintomas a dor e vermelhidão. Se não tratada a tempo, pode levar à catarata ou ao glaucoma. O tratamento é feito com anti-inflamatórios receitados pelo veterinário.
Nem todas as doenças oftalmológicas podem ser prevenidas, mas alguns cuidados podem ajudar a saúde dos olhos do seu cão e gato. As lesões podem ser evitadas com cuidados básicos:

Fique atento às mudanças no comportamento do animal. Ele passou a ficar mais e locais escuros e está esbarrando em objetos? Procure ajuda de um especialista.
Observe o seu animal . Não é normal que os olhos mudem de cor ou cocem.
Na hora do banho, use shampoos próprios para cães.
Não direcione o secador diretamente ao rosto para não causar lágrimas em excesso ou machucar os olhos do seu pet.
Não deixe pelos caindo nos olhos.
Nunca use colírios sem a orientação de um profissional.
Evite vento forte nos olhos. Ao passear de carro, não deixe a janela aberta.
Visite regularmente o médico veterinário. Ele poderá avaliar como anda a saúde do seu animalzinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Estou aqui para agradecer a você...
Sua gentileza por tirar um tempo para deixar um comentário
Muito obrigada sua opinião é importante .

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...