sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Cães conseguem prever crises de hipoglicemia em diabéticos

Os cães podem ser grandes parceiros de pacientes com diabetes; e se treinados, eles são capazes de alertar sobre quadros iminentes de hipoglicemia.



Nossos companheiros caninos possuem cerca de 25 vezes mais receptores olfativos do que nós. Se tivéssemos essa capacidade, poderíamos perceber uma colher de chá de açúcar dissolvida em duas piscinas olímpicas. Tamanha sensibilidade permite que os cães avisem quando os níveis de açúcar no sangue estão baixos.

Pessoas com diabetes tipo 1 podem ter tremedeira, desorientação e fadiga quando passam por hipoglicemia. Se elas não receberem glicose rapidamente, o quadro pode avançar para convulsões e até mesmo perda de consciência. Alguns pacientes sofrem ataques repentinos, e os cachorros ajudam a evitar esses casos, alertando seus donos ao realizar uma tarefa predeterminada, como latir, deitar ou colocar a pata sobre um dos ombros.

Treinamento












O treinamento de cães para identificar esse processo metabólico nasceu naturalmente de experiências do dia a dia. "Muitos diabéticos donos de cães diziam que o cachorro alertava quando eles estavam prestes a ter uma crise hipoglicêmica. .  As raças treinadas são labrador, beagle, jack russel e springer spaniel.

No entanto, até mesmo vira-latas podem ser treinados.  O que importa é o perfil do animal, que precisa ser sociável.

Na base da recompensa, o cão-assistente aprende a se manifestar quando sentir o odor específico que indica uma futura crise de hipoglicemia. O alerta é combinado com o futuro tutor - pode ser um latido, uma lambida no rosto ou um toque da pata no chão.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Estou aqui para agradecer a você...
Sua gentileza por tirar um tempo para deixar um comentário
Muito obrigada sua opinião é importante .

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...