terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Dar osso para cachorro é perigoso

Cachorro pode comer osso? Você já deve ter visto nos pet shops diversos tipos ossos para cachorros, desde aqueles brinquedos de látex que imitam osso, até ossos bovinos naturais, em geral limpos e já esterilizados, ideais para exercitar a mastigação do animal. Mas quando falamos de ossos naturais sempre aparecem dúvidas em relação a segurança de se oferecer ossos aos cães.


Os ossos de aves são perigosos para os cães

É muito comum que os donos comam um delicioso frango assado e, ao final da refeição, deem os ossos aos seus cães. Será que isso é saudável? As galinhas e os frangos são animais menores e, obviamente, seus ossos são pequenos e fáceis de engolir, o que pode causar engasgos e, quando o cão morde o osso de frango, formam-se pontas agudas que, ao serem engolidas, podem perfurar os órgãos e causar sérios danos.
Ao perfurar o trato digestivo, as pontas afiadas podem causar hemorragias e, se isso não for notado pelo tutor, pode gerar graves infecções, levando à morte do animal. Além disso, por serem menores, os ossos de aves podem ficar presos na garganta.
Em contrapartida, você deve estar questionando "Mas como os predadores selvagens comem a carne e roem os ossos dos mais diferentes animais e nada acontece?". É o que vamos ver a seguir!

Vantagens dos ossos crus para cães

Quando cozidos, assados ou fritos, os ossos ficam mais duros e apresentam mais riscos
O que realmente faz mal aos cães e às outras espécies são os ossos fritos, cozidos ou assados. A explicação é que, ao serem submetidos ao calor, esses ossos tornam-se muito mais rígidos e, por consequência, perigosos.
É ideal que, ao dar um osso para seu cachorro, observe-o comendo. Caso ele se engasgue, você estará próximo para controlar a situação. A prática de oferecer ossos aos cães é comum e eles adoram porque é natural, mas existem diferentes ossinhos com diferentes indicações. O osso do pé de galinha, por exemplo, são compridos e duros, por isso, não são indicados nunca, mesmo crus.

Ossos de couro para cães: dar ou não?

Veterinários não recomendam ossos de couro
Você já deu ossos de couro para o seu cachorro? Muito comum, eles são capazes de distrair o cachorro por muitas horas. Além disso, apresentam várias vantagens porque auxiliam na limpeza dos dentes, na remoção do tártaro e também da placa bacteriana. Apesar das vantagens, estes ossos também podem provocar perigos para a saúde do seu melhor amigo.
O cão ao brincar com estes itens pode arrancar pedaços grandes e acabar engolindo estes pedaços de uma só vez. Outra situação que pode acontecer é o osso ficar muito ruído e acabar diminuindo de tamanho para passar na garganta do cão. Pedaços de ossos pequenos podem acarretar vários danos à saúde como, por exemplo, obstruções gastrointestinais.
Entre outros perigos dos ossos de couro destacam-se: relatos de toxina como o arsênico e cromo, irritações digestivas e alergias que são provocadas devido à presença de corantes artificiais. Além disso, existem cachorros que são alérgicos a outras substâncias que fazem parte dos ossos de couro.
Quando os cães começam a roer e mastigar os ossos de couro, normalmente, eles ficam apenas amolecidos. Os cães não cortam os ossos em partes pequenas, e eles acabam virando uma bola grande e muito consistente, e que se o cachorro engolir o osso pode provocar muitos tipos de problemas. Entendeu o perigo dos ossos de couro para os cães?

Como evitar o perigo?
A dica para evitar o perigo com os ossos de couro é bem simples:
Sempre supervisione e fique atento quando o seu melhor amigo estiver roendo o osso de couro dele. Ou seja, não o deixe roendo sozinho o osso, porque ele pode engasgar. Assim, se acontecer qualquer tipo de imprevisto você vai estar por perto para socorrê-lo.
Inspeção: Fique sempre atento aos aspectos do osso – se ele tem pontas, lascas, etc-. Se notar algum destes fatores é hora de jogar fora e arrumar outro osso para o seu melhor amigo brincar. Se notar que o osso está em um tamanho muito pequeno, ou seja, que consiga ser colocado na boca com facilidade, está na hora de trocar também.


Dicas para dar ossos para seu cachorro


Uma dica importantíssima para quem não quer deixar de dar ossos ao seu cão é sempre fornecer ossos que tenham, pelo menos, o dobro do tamanho da boca do animal, quando aberta. Dessa forma, ele jamais conseguirá engolir tudo de uma vez, diminuindo os possíveis riscos. Lembre-se também:
quando o animal roer bastante e o osso diminuir muito de tamanho, jogue-o fora e dê outro;
outra ideia interessante é comprar ossos no açougue. Entretanto, consulte sempre um médico veterinário;
existe a opção dos chamados "ossos recreativos". São peças fresquinhas e cruas que contêm carne e outros tecidos, como tendões. São facilmente encontradas em feiras e açougues.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Estou aqui para agradecer a você...
Sua gentileza por tirar um tempo para deixar um comentário
Muito obrigada sua opinião é importante .

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...