quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Animais domésticos estão mais obesos

A obesidade não é mais apenas um problema humano: também ocorre em animais, principalmente, em animais domésticos. Os animais estão ficando cada vez mais gordos e obesidade é uma doença.
Assim como a obesidade nas pessoas, a obesidade em animais de estimação pode causar problemas graves, incluindo :

Osteoartrite
Resistência à insulina e diabetes tipo 2
Pressão Alta
Doenças Cardíacas e Respiratórias
Dano do Ligamento Cruzado Cranial
Doença Renal
Muitas formas de Câncer
Diminuição da expectativa de vida


A falta de exercício e a alimentação inadequada são dois fatores que contribuem para a obesidade em animais de estimação. Animais de estimação precisam de pelo menos 30 minutos de exercício por dia, mas isso não significa colocá-los no quintal para dar voltas. Animais de estimação precisam ser ativos, e eles podem ser grandes companheiros de malhação.


Os Erros mais comuns

Alimentação desequilibrada:  É natural querer dividir as guloseimas, como pães, queijos e doces. Também é um pouco difícil administrar a quantidade de petiscos, como biscoitos, bifinhos e ossos quando sabemos que eles se deliciam com cada um deles.
Falta de exercício já falado lá em cima : quanto mais se come de forma errada e não realiza a prática de nenhum tipo exercício, maior será o acúmulo de gordura no corpo, podendo desencadear sobrepeso e, posteriormente, a dificuldade de locomoção e suas consequências.

O Tratamento

A primeira providência a se tomar é consultar o veterinário de sua confiança para verificar se realmente o seu pet está com o peso acima do adequado para a raça e o tamanho dele.
Dieta é fundamental: há várias opções de ração light no mercado, que ajudam a controlar a obesidade e a diminuição do peso. É importante aprender a dosar a quantidade de ração de acordo com o estipulado pelo fabricante ou pelo veterinário.
Nada de agrado excessivo: os petiscos devem ser dados, no máximo, duas vezes por dia.
Atividade física:  Para gastar toda a energia acumulada e evitar que ela vire gordura .Recomendados 150 minutos de exercício por semana . Você pode levá-los em uma caminhada, ir nadar e/ou jogar bola ou Frisbee. Existem muitas atividades caninas que você pode se envolver com o seu pet , como mergulho da doca, exercícios de agilidade, percursos da chamariz e de obediência. Estas atividades não só são fisicamente estimulantes, mas também estimulam o seu amigo canino mentalmente. Se você tem um gato, atividades como brinquedos com penas, bolinhas ou ponteiros laser são ótimas opções para ajudar o seu amigo felino a permanecer ativo.
Controle hormonal: se, mesmo com a dieta e os exercícios ele continuar com sobrepeso, valer fazer um acompanhamento metabólico com o seu veterinário, para analisar os níveis hormonais, de colesterol e de triglicérides.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Estou aqui para agradecer a você...
Sua gentileza por tirar um tempo para deixar um comentário
Muito obrigada sua opinião é importante .

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...